• Agência Ápice

Marketing para franquias: o que você precisa saber

Atualizado: 12 de Dez de 2018

Se você tem interesse em abrir ou transformar o seu negócio em uma franquia precisa ler esse artigo!

Para começar a entender o marketing para franquias, primeiro, é preciso entender o que esse conceito representa.


Consistindo em um acordo entre duas partes em que uma é o franqueador e a outra o franqueado, na franquia o chamado franqueador (dono do modelo) cede ao franqueado (dono da unidade) alguns direitos para que este possa usufruir dos benefícios de um modelo de negócio de sucesso. Entre os principais direitos cedidos, estão: o de uso da marca, o de comercialização, o de um sistema de operação e também o de gestão.


Deu para entender? Um exemplo prático desse modo de negócio são as grandes marcas de fast food como McDonald’s, Burger King, Starbucks, KFC e etc.



Marketing para franquias


“A propaganda é a alma do negócio” e para as franquias não é diferente, elas também têm a mesma necessidade de realizar ações de marketing. No entanto, obviamente, há uma diferença entre esses dois tipos de marketing. Enquanto um tem o objetivo de promover o seu próprio negócio, o outro segue regras estipuladas pela franqueadora como um todo, desde o tipo de comunicação, linguagem, aplicação de logo, fornecedor e etc.


As franquias trabalham com diferentes tipos de estratégias, variando muito dependendo no negócio. Há àquelas em que os franqueados não tem liberdade para realizar ações de marketing sem consentimento prévio e as que funcionam com um modelo de conselho, por exemplo.



Marketing digital para franquias


Com a popularidade das redes sociais e o grande volume de ações desenvolvidas diariamente para plataforma online, as franquias não podem abrir mão de um bom marketing digital para fortalecer sua marca no mercado. Além da grande oportunidade de envolvimento e feedback do cliente com relação a marca, o marketing digital ainda apresenta a grande vantagem de ter um custo muito em conta em relação aos canais tradicionais como TV, rádio e revistas. Lembre-se que para a franquia que possuem uns negócios com dez, quinze unidades, o valor final das ações de marketing podem significar tudo.



Estratégias para franquias


Como definir a melhor estratégia para você? Antes de qualquer coisa, estude seu produto/serviço, examine o seu mercado, entenda seus diferenciais e explore-os da melhor maneira possível para atingir o seu cliente. Feito isso, é hora de seguir para o básico obrigatório:


1. O público-alvo


Toda franquia tem obrigatoriamente, no mínimo, dois públicos-alvo: o consumidor final dos produtos/serviços e os novos investidores. Ou seja, toda franquia conta com o desafio de satisfazer ao mesmo tempo esses dois os públicos.


2. Credibilidade


Confiança é tudo! Transmitir credibilidade está diretamente relacionada à medidas muitas vezes simples, que demonstram a seriedade da empresa e por si só já vendem a sua marca. Contar a sua história, definir um posicionamento, exibir dados de mercado, demonstrar suas vantagens e mostrar depoimentos de clientes e franqueados, são formas muito eficientes de melhorar a sua imagem frente ao público-alvo.


3. Mídias Sociais


Em um país líder no tempo médio dedicado ao acesso de redes sociais, imagine transformar seus seguidores em clientes e franqueados. Curtiu a ideia? Pois essa é apenas uma das várias possibilidades que as mídias sociais oferecem. Elas também podem ajudar no relacionamento do cliente com a empresa, e consequentemente melhorar a questão do ítem 2, a credibilidade.


4. E-mail Marketing


Preparar, atrair, estimular, reativar, são apenas alguns dos objetivos que o e-mail marketing pode alcançar junto ao cliente. Ao montar um e-mail marketing faça um exercício mental, coloque-se no lugar da pessoa que o vai receber, tente imaginar o que ela gostaria de ver e o que a estimularia a comprar. E lembre-se, para investir nesse método é essencial uma ferramenta de disparo de e-mails.


5. Conteúdo


Na hora de criar conteúdo a regra é clara: quanto mais específico para o seu público, melhor. Procure sempre pensar em como o seu cliente ou franqueado pensaria, pois de modo geral eles são exatamente como você. Quando você vai às compras o que analisa? Preço, marca, experiência?


Assim como você, o seu cliente compra aquilo que conhece, acredita e confia, muitas vezes independente do preço. Por isso, nunca é demais entregar valor ao seu cliente através de conteúdo específico e de qualidade.